Características

Corpulência:

  • As vacas adultas apresentam um peso vivo entre os 650Kg e os 950Kg;
  • Os Touros apresentam um peso vivo entre os 1000Kg e os 1500Kg;

Conformação Corporal:

  • Corpo bastante longo e bem equilibrado;
  • Ossos finos de boa qualidade;
  • Linha superior horizontal, formando no seu todo um conjunto harmonioso;

Tronco:

  • Pescoço curto de barbela não muito acentuada;
  • Peito profundo;
  • Costado bastante arqueado e bem ligado com a escápula;
  • Dorso horizontal, muito musculado, sendo este musculo com boa inserção na garupa;
  • Bacia ampla, larga nos trocântaros e nos isquíones;
  • Cauda pouco saliente;

Cabeça:

  • Cabeça relativamente curta;
  • Perfil rectilíneo ou ligeiramente convexo;
  • Face triangular;
  • Focinho bastante forte;
  • Grande expressão facial;
  • Cornos finos, de preferência de forma oval virados para a frente, e de cor branca amarelada, ligeiramente escuros nas extremidades;
  • Orelhas de médio comprimento;
  • Olhos grandes e bastantes afastados do centro da face;

Membros:

  • Fortes e bem aprumados, não muito largos mas compridos;
  • Nádegas bastante arredondadas e bem descidas;
  • Unhas amareladas;

Pelagem:

  • Cor de trigo, variando do muito claro ao loiro acastanhado;
  • Auréolas mais claras à volta do focinho e dos olhos (olho de perdiz);

Pele:

  • Espessura fina;
  • Elevada elasticidade;

Qualidades da raça:

  • Grande rusticidade e fácil adaptação;
  • Elevada Taxa de Fertilidade;
  • Precocidade sexual;
  • Facilidade de parto;
  • Boa capacidade maternal;
  • Bacia de grande dimensão com boa cobertura muscular;
  • Tronco de grande comprimento e formato cilíndrico, linha dorsal rectilínea de grande comprimento e amplitude;
  • Alto desenvolvimento muscular, dotada de um bom equilíbrio entre a estrutura óssea e o desenvolvimento muscular com alto rendimento de carcaça;
  • Excepcional cobertura muscular, tanto nos posteriores como nos anteriores;
  • Carcaça de terminação precoce. Alto rendimento de carne limpa;
  • Carne magra e carcaças compridas e arredondadas;
  • Alta capacidade de conversão alimentar;
  • Elevada percentagem de carnes nobres;
  • Velocidade de crescimento e boa conformação;
  • Animais bastante dóceis e de fácil maneio;
  • Bons cruzamentos industriais.



Unindo as vantagens de media exigência alimentar à excepcional conversão de matéria seca por kg de ganho de peso, a raça Blonde D’Aquitaine tem tido um elevado destaque.

Vantagens do cruzamento

O insuperável desempenho do touro Blonde D’Aquitaine a campo, faz dele uma preferência para a produção extensiva a baixo custo.

Utilizada cada vez mais a raça pura e em cruzamento, a Blonde D’Aquitaine apresenta-se na primeira linha das raças de carne.

No nosso País, onde já se cruzou “tudo com tudo”, a utilização desta raça para melhoramento dos nossos efectivos é importante pois, na generalidade há um maior “vigor híbrido” (heterose), permitindo a obtenção de animais cruzados de crescimento e eficácia alimentar excepcionais.


AS QUALIDADES DA BLONDE D’AQUITAINE FAZEM DESTA RAÇA UM DOS MELHORES MATERIAIS GENÉTICOS E ECONÓMICOS PARA A PRODUÇÃO DE CARNE. NO ENTANTO, DADA A SUA “JUVENTUDE” EM PORTUGAL, DESDE 1990/92, POSSUI UMA MARGEM DE PROGRESSO AINDA IMPORTANTE.

O criador deve pensar que “o crescimento dos seus animais” não é simplesmente o aumento de peso, devido à idade, e um desenvolvimento do estado adulto por modificações da forma, de proporções, da composição química e do funcionamento do corpo. É um conjunto de modificações quantitativas e qualitativas, que fazem com que a fotografia de um touro não seja uma simples ampliação de um bezerro!

BLONDE D’AQUITAINE UMA RAÇA DE SEMPRE…
UMA RAÇA DE FUTURO…