A Associação

A Associação Portuguesa Blonde D'Aquitaine foi constituída, por escritura pública, em 23 de Maio de 1995.

Contudo, desde o início dos anos 90 e através do Protocolo estabelecido com a sua congénere francesa, os produtores portugueses da raça puderam registar os seus animais no Livro Genealógico Francês, após controlo e certificação realizada por técnicos da Associação francesa.

Em Maio de 1995 e por autorização da Direcção Geral de Veterinária, a Associação Portuguesa Blonde D’Aquitaine passou a gerir o Livro Genealógico Português, tendo sido o seu primeiro Secretário Técnico o saudoso Engenheiro Zootécnico Rodrigo Sá Nogueira.

A legislação comunitária entretanto produzida e os financiamentos obtidos através da aprovação das candidaturas elaboradas e apresentadas ao PRODER pela actual Secretária Técnica, Engenheira Zootécnica Susana Pais Zambujo, a Associação ganhou uma nova dinâmica.

Neste contexto e através de um trabalho mais exigente e mais próximo dos produtores nacionais, a Associação pretende elevar o potencial genético dos animais portugueses, colocando-os assim num patamar de excelência, seu objectivo principal.